segunda-feira, 27 de janeiro de 2020

Endurance Brasil divulga calendário 2020


E a categoria com os carros mais rápidos do Brasil divulgou seu calendário para a temporada 2020.

Serão oito etapas. A temporada começa novamente em Curitiba, dia 04 de abril, encerrando dia de dezembro no Velo Città. Há uma data prevista como "pré temporada" em Interlagos (07 de março), provavelmente para um treino coletivo.

O Rio Grande do Sul, que foi o cerne que deu origem à categoria, ficou apenas com duas etapas: Velopark (02 de maio) e Santa Cruz do Sul (05 de setembro).

Tarumã continua fora (por ainda estar com obras a serem realizadas para liberação pela CBA, e por opção de boa parte das equipes), bem como Guaporé, que há mais tempo não recebe provas da categoria.

Abaixo, as datas:

07 de março - Pré temporada - Interlagos (SP)
04 de abril - 1ª etapa - Curitiba (PR)
02 de maio - 2ª etapa - Velopark (RS)
04 de julho - 3ª etapa - Goiânia (GO)
1º de agosto - 4ª etapa - Interlagos (SP)
05 de setembro - 5ª etapa - Santa Cruz do Sul (RS)
03 de outubro - 6ª etapa - Curitiba (PR)
31 de outubro - 7ª etapa - Goiânia (GO)
05 de dezembro - 8ª etapa - Velo Città (SP)

terça-feira, 21 de janeiro de 2020

Guaporé Summer Race abre a temporada 2020 de velocidade no RS

Guaporé vai abrir a temporada!

E os fãs das carreras gaúchas não vão precisar esperar até março para ver os pegas! Está confirmado o Guaporé Summer Race, dia 1º de fevereiro.

A prova terá o formato e regulamento do Campeonato Gaúcho de Super Turismo + protótipos aspirados 8v, prova com 2 horas de duração com as mesma categorias, com 20 carros previstos no grid, com largada às 17h. Não haverá treino classificatório, o grid será formado pela ordem das inscrições.

Além disso, será realizado Trackday e Tracknight para que qualquer um possa acelerar seu carro nos sensacionais 3080 metros do Autódromo Internacional de Guaporé.

Se liga aí na programação e te programa pra subir a serra!

Programação:
08:00 as 9:00 Summer Race
09:00 as 10:00 Trackday
10:00 as 11:00 Summer Race
11:00 as 12:00 Trackday 
13:00 as 14:30 Summer Race
14:30 as 16:30 Trackday
17:00 Largada Summer Race
19:15 as 22:00 Tracknight

segunda-feira, 23 de dezembro de 2019

Nilson/Beto Ribeiro faturam título do Endurance Brasil com o AJR #65

NC Racing engrenou e levou o caneco

A temporada de 2019 espantou definitivamente os problemas da equipe NC Racing! Nilson e Beto Ribeiro fizeram as pazes com a vitória nesta temporada, depois da estréia com o protótipo AJR  V8 #65 em 2018 - venceram mais de uma vez, aliás - e conquistaram o título Força Livre (geral) e da classe P1 do Império Endurance Brasil após a última etapa, realizada em Curitiba, no sábado. Algo que já era esperado para quem acompanhou essa turma sempre "apavorando" na pista com um Super Fusca, depois com MRX aspirado (muitas vezes andando na ponta, na frente dos turbo), e depois também com turbo.

Ferrari 488 faturou a prova de 6h

Na prova de 6h de duração, a mais longa da temporada, a resistência dos carros GT3 se sobressaiu (como já era esperado, uma vez que são fabricados para andar provas de 24 horas "no pau"), com vitória da Ferrari F488 de Daniel Serra (tricampeão da Stock Car) e Chico Longo, com carros GT ocupando as seis primeiras posições gerais.

O protótipo melhor colocado foi o Sigma P1 4.2 V8 Audi Turbo, outro carro que também alcançou um ponto de desenvolvimento considerável, estando rápido e consistente, após um tempo de desenvolvimento e mudanças de projeto - como a redução de peso e mudança na aerodinâmica, que surtiu o devido resultado.

A temporada 2020 promete uma qualificação ainda maior das máquinas do grid, com a chegada de carros como a McLaren (GT3 ou GT4?), e novas marcas de protótipos importados, além da Ginetta, que estreou em 2019.

Abaixo, os campeões por categoria:
P1 - Nilson/Beto Ribeiro - AJR #65
P2 - Mauro Kern/Paulo Sousa - Tubarão Turbo #32
P3 - Carlos/Yuri Antunes - MRX 16v #72
P4 - Mário Marcondes/Ricardo Haag - MRX #34
GT3 - Xandy/Xandinho Negrão - Mercedes AMG GT3 #9
GT3 Light - Sérgio/Guilherme Ribas - Aston Martin Vantage V12
GT4 - Renan Guerra - Ginetta G55
GT4 Light - Júnior Victorette/Marcelo Karam - Audi RS3 LMS

Fotos: Bruno Terena/Endurance Brasil

sexta-feira, 20 de dezembro de 2019

AJR #11 de Padron/Vianna/Genz é pole no Endurance Brasil em Curitiba

Vianna, Padron e Genz pole no Endurance Brasil

Já está definido o grid de largada para a última etapa da temporada do Endurance Brasil, em Curitiba.

Com o novo formato, cada carro faz duas tomadas, uma com cada piloto, e o grid de largada é resultado da média das melhores voltas dos pilotos.

E assim o AJR #11 (agora V8) de Emílio Padron/Marcelo Vianna (recebendo Vitor Genz na parceria nesta etapa) fez a volta média de 1:11.916 e levou a posição de honra.

Grid de largada

Já a volta mais rápida entre todas da tomada ficou com o AJR #65 de Beto/Nilson Ribeiro, com 1:10.325. Acima, o resultado final.

Amanhã a largada da prova de 6h de duração será dada às 10h, com transmissão pelo youtube.com/endurancebrasil e facebook.com/endurancebrasil.

Foto: Endurance Brasil/divulgação

quinta-feira, 19 de dezembro de 2019

Programa 12 Horas de Tarumã Salva Craft Beer by Blog do Passatão #10 repercute edição 2019 da prova

Último programa da temporada 2019 - 

O último da temporada 2019! Uma edição muito especial do Programa 12 Horas de Tarumã Salva Craft Beer by Blog do Passatão #10, transmitido direto da Plus Veículos em POA, repercutiu a sensacional prova, com convidados como os campeões Choka, Fantin e Silveira (faltou o Jonas Simon), o Presidente do ACRGS, Rodrigo Machado, o diretor de asfalto da FGA, Urbano Silva e muito mais!

Versão gravada do programa transmitido ao vivo via Facebook em 18/12/2019.

Que venha as 12 Horas 2020!

segunda-feira, 16 de dezembro de 2019

Viemar Classic Challenge esquentou a chapa em Tarumã!

Tela cheia na largada do Viemar Classic Challenge

O Viemar Classic Challenge esquentou a chapa no último sábado, para as 12 Horas de Tarumã - que veio e terminou de "colocar fogo"! Foi um fim de semana épico que encantou e prendeu totalmente a atenção do excelente público que compareceu ao autódromo.

Grid de largada

Com 22 inscritos, infelizmente três baixas nos treinos fizeram o grid cair: Passat Flecha de Niltão Amaral teve problema já no primeiro treino livre, o Uno Viagra de Everton Braz capotou na curva do Tala Larga (perda total, mas felizmente o piloto saiu bem), e o Opala de Giacomazzi quebrou motor nos treinos de sábado.

Grid do Viemar Classic Challenge (Foto: Cesar Luz)

Pelotão dos radiais teve os melhores pegas

A pole position ficou com Leovaldo Petry e o Gol #310, com 1:15.922. Na prova, houve dois pelotões com disputas: na ponta os FL de Petry, o Gol #33 de Roberto Lacombe e o Fusca #55 de Jorge Flores  puxaram a fila, com o Voyage de Gerson Lopes participando, porém teve problemas com um pneu furado em um das baterias. E, mais atrás, um grupo de carros equipados com pneus radiais fazia boas disputas: o Bianco de Fernando Brock, o Chevette de Gilmar Carlassara, o Passat de Augusto Carneiro, o Gol de de Taschetto/Reck/DiLeone, entre outros, se alternavam nas disputas.

Roberto Lacombe bicampeão do Viemar Classic Challenge

Apesar de vencer as duas primeiras baterias, Leovaldo teve problemas na última e ficou em 3º, e na soma dos tempos das três baterias a vitória ficou com Roberto Lacombe, bicampeão da competição que há 11 anos é evento suporte das 12 Horas de Tarumã. Na classe B a vitória ficou com Ike Ramos/Claudiomiro Pacheco (Uno #65), na C com Augusto Carneiro (Passat Marlboro #54) e na Copa Fusca com Marcelo Albuquerque/Rodrigo Dimare.

Novos carros ou pilotos: Uno #23 de Dolfini/Bruinelli...

...Uno #80 de Togacy ogino...

...Opala de Fernando Patussi...

...e Dagoberto Moraes de Omega.

A prova festiva teve estréia de novos carros e pilotos na Classic: Luís Dolfini/Willian Bruinelli com o Uno #23, Togacy Ogino (de Joinville/SC) com o Uno #80 (na verdade este carro já andou aqui sob o número #49 com Marcelo Pacheco, então é um novo conjunto carro/piloto), Fernando Patussi (Chapecó/SC) com o Opala #111 e Dagoberto Moraes (de Itajaí/SC), que já havia corrido aqui, mas agora veio de Omega, após problemas fez parceria com Beto Carlassara, também de Omega.

Resultado 1a bateria

Resultado 2ª bateria

Resultado 3ª bateria

Agora a Copa Classic entra em recesso, e em breve começa a definição de pequenos ajustes no regulamento para a temporada 2020.

domingo, 15 de dezembro de 2019

Após 12 Horas muito disputadas, Onix #8 de Choka/Silveira/Fantin/Simon vence

O grande momento! Onix #8 vence.

Foram muitas disputas, do início ao fim, com pista cheia e ritmo forte! E Choka Sirtuli, Marcos Silveira, Juliano Fantin e Jonas Simon (o Onix #8) entrou para a história como o primeiro vencedor do novo formato das 12 Horas de Tarumã.

Largada Le Mans retomada com sucesso!

O novo formato provou que é sucesso. Apesar de não fecharem os 50 carros previstos (muitos fizeram pré-inscrição, mas não conseguiram fechar as parcerias para correr), o número de 29 foi bom, e a proximidade causada pelo regulamento (todos os carros com motor GM 1.4, amortecedores e outros itens padronizados) fizeram com que a pista estivesse cheia o tempo todo, até o final, com disputas em todas as passagens do pelotão. Cada relargada após intervenção do safety car (e foram poucas e breves em relação às edições anteriores) parecia uma largada de prova de bateria, com todo o pelotão agrupado durante dezenas de voltas.

Líderes em disputa direta após 11h de prova

Dia raiando

Os incidentes consideráveis foram poucos. Apenas três carros abandonaram por batida (Corsa #56 de Ribeiro/Ferter/Souza na curva 1, às 2h41, Corsa #116 da Escola Gaúcha de Pilotos na curva 9, às 8h27min e o Onix #27 de Machado/Sandoval/Castro às 10h), e outros três por problemas mecânicos (inclusive o pole, Celta #29, com motor quebrado), mostrando a resistência dos carros no atual regulamento técnico. Aliás, isto refletiu em stints inteiros sem qualquer intervenção do safety car: durante a 1h13min iniciais, e durante 2h20min (das 3:47 às 6:08 da manhã) a corrida foi sob bandeira verde. Apenas 68 das 455 voltas foram sob bandeira amarela. Largada estilo "Le Mans", com os carros arrancando direto após alinhamento oblíquo na lateral da reta, foi um sucesso, sem qualquer incidente.

Quarteto levou troféu, cheque de R$ 25 mil e um banco personalizado da ABRO
(foto: Dudu Leal)

E o vencedor, Onix #8, foi quem liderou durante o maior tempo: foram nada menos que 267 voltas na liderança, mais da metade da prova. Mas não teve vida fácil, pois na parte da manhã sofreu o ataque impiedoso do Celta #3 de Fernando Doval/Alexandre Schons/Paulo Flores, que chegaram a liderar durante 100 voltas da prova, mas finalizaram em 2º, na mesma volta do líder, a apenas 4s. E a MC Tubarão também esteve presente com o Corsa #5 para defender o título de 2018 (conquistado por com protótipo turbo), e fez excelente prova com Tiel Andrade/Julio Martini/Ricardo Haag, chegando em 3º.
Os cinco primeiros receberam premiação em dinheiro

Foi distribuída premiação em dinheiro, outra novidade, com R$ 25 mil para o vencedor, R$ 10 mil para o 2º e R$ 5 mil para o 3º, 4 e 5º lugares.

Resultado das 12 Horas de Tarumã Salva Craft Beer

Agora é trabalhar para que a 12 Horas de Tarumã 2020 seja ainda melhor!