segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

GT, agora GT PRO, anuncia parceria com Fórmula Truck, e continuará em 2014

GT PRO é a nova denominação da categoria dos carros dos sonhos, e correrá com a Truck

Uma parceria vinha sendo costurada há algumas semanas, e o Blog do Passatão, que vinha acompanhando o "namoro", resolveu esperar o anúncio oficial para divulgar: foi anunciada, na noite de sexta, o casamento entre a Fórmula Truck, a maior categoria do Brasil, e a GT, dos "carros dos sonhos", que tinha futuro incerto, e agora ganha fôlego.

- Uma pequena retrospectiva:
A GT, que começou no Brasil em 2007, e que teve a organização da SRO até 2012, teve dois fatos que causaram crise na categoria: primeiramente, uma dissidência entre a Auto+ ao final de 2011, que participava da organização até então, que inventou a natimorta categoria "Top Series", que afundou antes mesmo de completar sua primeira temporada, por ser uma prova de Endurance que não permitia carros de turismo normais (somente GTs e protótipos), por não terem cumprido o pacote de mídia prometido, e por competirem diretamente com a GT Brasil. O segundo foi a entrada de uma equipe ligada a uma fábrica alemã, que tinha ligações com pessoas influentes a organização, que "forçou a barra" na equalização ao final de 2012, para ser campeã a qualquer custo, mas tomou o troco na pista e "levantou acampamento", junto com a SRO.

GT voltou a Tarumã ano passado, onde não andava desde sua estréia, em 2007

Em 2013, a Loyal Promo assumiu a categoria, porém foi uma temporada "cambaleante", com grids baixos, e acompanhada da Mercedes Challenge, que acontecia paralelamente à GT desde 2011. Ao final do ano, porém, tudo parecia perdido, pois a Loyal anunciou que deixaria de organizar a categoria (que na temporada foi disputada em formato de Sudamericano), e também a Mercedes Challenge passou a ser organizada pela Vicar, correndo nos mesmos finais de semana do Brasileiro de Marcas.

- Como será em 2014:


Truck também voltou a Tarumã, ano passado. Será fantástico ver as duas juntas!

Em 2014, os pilotos Marçal Melo e Alex Fabiano, além de Johnny Weisz, arregaçaram as mangas e foram atrás de parcerias para viabilizar a continuidade da categoria, que passa a se chamar GTPRO Brasil e correrá na mesma programação da Fórmula Truck em seis das etapas do calendário.

Protótipos aro 18" integram GT Pro. Este com mecânica Maserati V8...

...com carenagem que parece esquisita, mas aguardemos ficar pronta.
(Fotos: Divulgação)

MR18 dos Roso/Ricci, que estreou nas 12 Horas é potencial participante
(Foto: Paolo Reis/Divulgação)

As categorias serão as mesmas já existentes: GT3, GT4 (preparação mais limitada) e GT Premium (para os GTs de 2008 ou mais antigos), acrescidas da categoria R18, para protótipos fechados com aro 18". Confesso que estranhei a criação de uma categoria com carros tão escassos no país, não entendi porque deixar de fora os protótipos aro 13", que tem grande número. Só se tem conhecimento do MR18 (MRX com aro 18) Audi Turbo dos irmão Roso e Cláudio Ricci, um outro que está sendo feito com motor Radical Hayabusa V8 na Metalmoro (não apurei se será fechado), e mais um protótipo que está sendo construído em SP com mecânica Maserati V8, para Marcelo Sant'anna, antigo participante da GT e um dos organizadores da finada Top Series. Questionei os organizadores sobre isto, mas não obtive resposta. De repente há mais carros sendo feitos, vamos ver. Mas, de qualquer forma, podiam liberar pelo menos os MRX aro 13" turbinados, se o motivo for ter apenas protótipos rápidos andando com os GTs. Estas idéias de fazer coisas "muito top" no Brasil me preocupam um pouco, mas esperamos que agreguem e gerem um grid razoável de protótipos, aí será bonito de ver.

O regulamento técnico será independente das demais categorias de GT existentes no mundo, ou seja, terá regras próprias, como a equalização entre os modelos.

As GT PRO terá seis etapas, duas em solo gaúcho: uma em agosto, cuja praça será definida até fevereiro (entre Tarumã e Santa Cruz do Sul), e Guaporé, em outubro. Veja o calendário:
- 18/05 - Interlagos
- 08/06 - Goiânia
- 20/07 - Cascavel
- 17/08 - Tarumã ou Santa Cruz
- 12/10 - Guaporé
- 07/12 - Brasília

O pacote de mídia, outro fator importante para o sucesso da categoria, ainda não foi anunciado, apuraremos na sequência. Porém, a tendência é de que continue a exibição em rede nacional pela Band, onde uma das provas do final de semana da categoria já era passada ao vivo, até porque a Truck também utiliza-se da Band para transmitir suas corridas.

Sobre a parceria, a "chefã" da Truck, Neusa Navarro, que continua brilhantemente o trabalho iniciado pelo seu falecido esposo Aurélio Felix, à frente da categoria, disse: "Vai ser uma loucura, no sentido positivo do termo. O nosso público, historicamente, já tem lotado os autódromos, a GT Pro também tem um público considerável. Esse vai ser um dos desafios que vamos enfrentar juntos. Tenho uma grande simpatia pela GT, estive em várias corridas deles. No geral, vai ser um espetáculo muito bonito", disse Neusa. Pelo lado da GT PRO, Marçal Melo falou: "O que a Neusa fez pela GT Pro Brasil representa nada menos que o renascimento da categoria".

- Opinião do Blog:
Sensacional! Será a parceria entre as duas melhores categorias do automobilismo nacional. E ainda escaparemos de monopólio na promoção de categorias nacionais (a Vicar hoje promove Stock, BR de Marcas, BR de Turismo, F3 e Merdeces Challenge). A parceria com a Truck garantirá excelente público e visibilidade para as corridas da GT, que, com este panorama, tem a grande chance de voltar a ter um sensacional grid com mais de 20 carros (carros não, né: NAVES!), como teve em 2012. Com certeza os patrocinadores deverão perceber a grande oportunidade de anunciar numa categoria que está na "aba" da Truck, que é a categoria que mais público coloca nos autódromos brasileiros.

Torço muito para que este panorama se concretize, e teremos a melhor programação do automobilismo nacional para a gurizada apaixonada por velocidade! E o melhor de tudo, com duas etapas aqui nos pampas! O Blog do Passatão divulgará as categorias durante o ano, pois teremos gaúchos fazendo bonito em ambas, como foi em 2013.

2 comentários:

  1. Fabiani C Gargioni #2727 de janeiro de 2014 21:43

    Para nós que somos apaixonados por CARRERAS, esta é uma grande notícia, mas como vc disse Niltão: porque não liberar os protótipos aro 13??? Os caras tem essa mania fdp de querer elitizar as coisas no automobilismo e acabam estragando tudo, mas torço pra que de tudo certo e que seja um grande sucesso!!!

    ResponderExcluir
  2. É gurizada... mais uma categoria KIT Stockcar... Balanças de suspensão, montante, cubo rápido, disco e pinça de freios, roda 18"... tudo o mesmo KIT pra 4 categorias Nacionais... Stockcar, Brasileiro de Marcas( que de marcas não tem nada ), Brasileiro de Turismo ( Stock JR. na real ), Categoria R18 ( stockcar ou outra porra dos acima citados com recortes e bolhas diferentes)...

    Já faz tempo que virou autorama:

    - " O que que anda e tem disponível ? " Pergunta um iniciante abonado.

    - " KIT Stockcar do fulano ou do beltrano e o resto é com o preparador ou fabricante do teu carro ", diz o "experiente".

    - " Então manda baixar 5 de cada mas avisa a Organização que posso trazer mais 5 carros novos de amigos se a corrida for de 5 voltas e não de longa duração, pois queremos aparecer na vitrine umas 2 voltas pra pegar as gurias e fazer pose de óculos escuro no pódium depois... " responde o "piloto" interessado.

    - " Fechado ! Mas o que fica melhor pra tí: Ter grid Invertido na Segunda Bateria ou largar sempre no fundo, pois tem gente rápida lá na frente que manda mais que tu. " Responde o Experiente.

    - " Ah..., vamos ver nas 2 primeiras Etapas como ficam as coisas... se Eu levar ferro e não gostar do carro aí Eu saio e levo os outros 5 comigo OK ? " responde o "piloto " interessado.

    Pois bem... segue o baile...

    Categorias semestrais ou no máximo anuais, sem transmissão de qualidade, sem visibilidade pois é esporte de playboy, é apologia a violência no trânsito e excesso de velocidade...

    lá se vai o ano da Copa... do futebol e das muitas Copas do Automobilismo... só temos uma de confiável e altíssimo nível: a Formula Truck... o restante de campeonatos nacionais é um lixo... virado em Autorama onde só troca a bolha e já era... não tem atrativo para o consumidor ( Campeonato de Marcas com carros de fábrica sem equalização, cada um com seus recursos bolados pelos fabricantes )...

    Já era mais uma ano...

    ResponderExcluir