terça-feira, 17 de julho de 2012

A panca de domingo na Fórmula 1.6


Te afivela, pois a panca vai ser forte

Apareceu na rede hoje o vídeo com a forte panca do piloto paulista Gabriel Kenji na Fórmula 1.6, no último domingo, em Tarumã.

O salceiro aconteceu na 2ª corrida, quando Marciano Testa tocou em Rômulo Escouto, mais à frente, tendo o último rodado para a parte de fora, mesma que Gabriel escolheu para desviar, não tendo como evitar o choque com a barreira de pneus, que fez seu trabalho e amorteceu o impacto, mas alguns pneus acabaram indo para em cima do piloto, por não estarem amarrados. Ou seja, quem não teve nada a ver com a história acabou sendo o maior prejudicado.

Sendo resgatado o que sobrou da formula

Eis o panorama da destruição

Restou muito barro na vestimenta do piloto e um carro consideravelmente destruído, tendo arrancado a suspensão dianteira e traseira quase que por completo.

Acho que é hora do pessoal refletir um pouco sobre como disputar posições sem riscos desnecessários. E isso serve para todas as categorias, inclusive para a Classic, que teve incidentes demais na última etapa, no Velopark. A coisa já não anda fácil, e cada carro destruído é, potencialmente, um carro a menos no automobilismo gaúcho, que vem atravessando algumas dificuldades de grid.

Muitas vezes, ganha-se tirando o pé na hora certa, ao invés de acelerar.

Um comentário:

  1. Carlos Giacomello19 de julho de 2012 17:17

    Disse tudo. Também se os pneus estivessem amarrados a pancada seria diferente. O resgate então foi um desastre. Destruiu o resto que sobrou.

    ResponderExcluir